A flauta de Pã

Recolha de fundos para custos de servidor 2023

Gerir um website com milhões de leitores todos os meses é caro. Não só pagamos pelos nossos servidores, mas também por serviços relacionados, tais como a nossa rede de entrega de conteúdos, Google Workspace, correio electrónico, e muito mais. Preferíamos muito mais gastar este dinheiro na produção de mais conteúdo de história gratuito para o mundo. Obrigado pela sua ajuda!
$1453 / $21000

Definição

Mark Cartwright
por , traduzido por Jonas Tenfen
publicado em 17 Junho 2012
X
translations icon
Disponível em outras línguas: Inglês, Sérvio, Turco, Espanhol, Bokmål norueguês
Panpipes (by Mark Cartwright, CC BY-NC-SA)
Flautas de Pã
Mark Cartwright (CC BY-NC-SA)

A flauta de Pã, ou sírinx, era um instrumento musical de sopro utilizado pela primeira vez pelos antigos gregos. Mais comumente tocada por pastores, o uso mais antigo foi nas ilhas Cíclades, no terceiro milênio a.C., e representações do instrumento aparecem frequentemente na história da arte grega.

Embora em alguns relatos a invenção do instrumento seja atribuída a Cibele ou Hermes, a deidade mais intimamente associada à flauta em questão e amplamente creditada como seu inventor era o deus pastoral Pã. Na mitologia grega, Pã, o patrono dos pastores, caiu de amores pela ninfa Sírinx, filha do deus-rio Ladão. Fugindo de suas investidas, Sírinx implorou para a Zeus que a salvasse, e, no exato momento em que Pã capturou a ninfa, Zeus a transformou em um caniço. Cheio de raiva, Pã quebrou o caniço em muitos pedaços, mas, depois de refletir, ele foi acometido por remorso e chorou e beijou o caniço quebrado, tudo o que restava de sua amada. Ao beijar o caniço, ele descobriu que sua respiração criava sons neles, e então ele fez o instrumento musical que levaria o nome da ninfa perdida.

Remover publicidades

Advertisement

Flautas de Pã eram construídas com 4 a 18 varas.

Flautas de Pã eram construídas com quatro a dezoito varas (sem nenhuma abertura lateral) as quais eram atadas com junco, linho ou cera. Quando tocado ao segurar o instrumento com ambas as mãos e soprar pelo estremo de cada tubo, diferentes notas eram produzidas pelos diferentes tamanhos dos tubos ou por tubos de igual tamanho, mas obstruídos em diferentes pontos por cera. O som produzido era profundo e rico.

O instrumento é representado tanto em esculturas, como nas pequenas estátuas cicládicas de mármore e estatuetas em argila, quanto em cerâmicas decoradas, particularmente nas cerâmicas de figuras vermelhas ou pretas (oriundas) da Ática. Representações de Pã, Hemes, Átis, sátiros e, mais raramente, Eros (apenas na Antiguidade Tardia, 2°-3° séculos d.C.) frequentemente os representam estes tocando o instrumento.

Remover publicidades

Advertisement

Remover publicidades

Publicidade

Bibliografia

Sobre o tradutor

Jonas Tenfen
Jonas é professor de ensino médio no Brasil. Ele dedica sua vida profissional à gramática e à literatura, e ele também trabalha como tradutor e redator.

Sobre o autor

Mark Cartwright
Mark é um historiador que vive na Itália. Seus interesses incluem cerâmica, arquitetura, mitologia e descobrir as ideias que todas as civilizações compartilham entre si. Ele tem um Mestrado em Filosofia Política e é o Diretor de Publicação da Enciclopédia da História Mundial.

Citar este trabalho

Estilo APA

Cartwright, M. (2012, Junho 17). A flauta de Pã [Pan Flute]. (J. Tenfen, Tradutora). World History Encyclopedia. Recuperado de https://www.worldhistory.org/trans/pt/1-11070/a-flauta-de-pa/

Estilo Chicago

Cartwright, Mark. "A flauta de Pã." Traduzido por Jonas Tenfen. World History Encyclopedia. Última modificação Junho 17, 2012. https://www.worldhistory.org/trans/pt/1-11070/a-flauta-de-pa/.

Estilo MLA

Cartwright, Mark. "A flauta de Pã." Traduzido por Jonas Tenfen. World History Encyclopedia. World History Encyclopedia, 17 Jun 2012. Web. 07 Fev 2023.