O Assentamento de Barnhouse

Definição

Joshua J. Mark
por , traduzido por Filipa Oliveira
publicado em 25 Outubro 2012
X
translations icon
Disponível noutras línguas: Inglês, francês
Barnhouse Settlement (by Martin McCarthy (Tumulus), CC BY-SA)
Assentamento de Barnhouse
Martin McCarthy (Tumulus) (CC BY-SA)

O Assentamento de Barnhouse, é um assentamento Neolítico localizado em Antaness, nas Ilhas Órcades, Escócia, habitado entre c.3300 e 2600 a.C.. A atual designação de 'Barnhouse' advém do nome da quinta onde o assentamento foi descoberto, em 1984, pelo arqueólogo Dr. Colin Richards, e em 1986, iniciaram-se as escavações arqueológicas, que revelaram dez construções de pedra com a mesma planta e construção, embora não com o mesmo estilo, às do assentamento de Skara Brae (c. 3100 a.C.) localizado a 8 km (5 milhas) a noroeste. Aparentemente, em 2600 a.C., o assentamento foi deliberadamente destruído pelos habitantes e apenas as fundações destas construções permanecem intactas, tendo os restantes vestígios sofrido mudanças ao longos dos séculos com a atividade agrícola na quinta. As peças de cerámica de loiça de ranhura encontradas no local ligam o assentamento de Barnhouse tanto ao assentamento de Skara Brae como ao círculo de Pedras de Stenness (Standing Stones of Stenness), onde foram encontradas peças de cerámicas semelhantes. Até ao momento, foram escavadas quinze construções que foram parcialmente reconstruídas. Ao contrário do assentamento de Skara Brae, onde as construções foram construídas na terra e cercadas por detritos, as estruturas que compõem o assentamento de Barnhouse estavam soltas: a maioria são pequenas construções, que parecem ter sido casas, havendo duas estruturas maiores parecem ter servido para outros fins.

Barnhouse como um local cerimonial

No assentamento de Barnhouse, o famoso monólito conhecido como Pedra de Barnhouse (Barnhouse Stone) está alinhado com a entrada do dólman de Maeshowe (a nordeste) e com o círculo de Pedras de Stenness, a noroeste. Entre si os assentamentos encontram-se a 800m (meia milha) de distância, formando quase um triângulo, e o monólito Pedra de Barnhouse terá desempenhado um papel importante nos ritos realizados nos três assentamentos. A sua proximidade com o enorme complexo que está a ser escavado, o assentamento de Ness de Brodgar, e o alinhamento ao dólmen de Maeshowe, ao assentamento de Barnhouse, ao círculo Pedras de Stenness, ao monólito de Watchstone, ao assentamento de Ness de Brodgar e ao Círculo de Brodgar (Ring of Brodgar) parece confirmar a clara ligação existente entre todos estes assentamentos. Em 1952, Peter Flett observou que o monólito Pedra de Barnhouse está alinhado em linha recta com a Pedra Sentinela, do Círculo de Brodgar, apontando para o sol nascente do 1.º de maio, a data da festa pagã de Beltane (Orkneyjar.com).

Remover publicidades
Advertisement
MUITAS CONSTRUÇÕES POSSUEM UMA ÁREA CENTRAL COM LAREIRA, MÓVEIS, 'ARMÁRIOS' ENCASTRADOS E CAMAS DE LAJE.

Tal como no assentamento de Skara Brae, as construções do assentamento de Barnhouse foram edificadas com uma lareira central, móveis, 'armários' encastradas e camas de laje de pedra. Contudo, as duas grandes construções denominadas Estrutura Dois e Estrutura Oito são visivelmente diferentes tanto no estilo como no tamanho e sugerem terem sido usados como centros comunitários de rito. Como todas as construções do assentamento de Skara Brae são idênticas em característica e tamanho, considera-se que a civilização aí residente era igualitária, ou seja sem que houvesse um chefe ou classe dominante com acomodações especiais. As duas estruturas maiores no assentamento de Barnhouse sugerem a teoria de que esta comunidade era centrada em alguém ou algo que consideravam de grande importância. Como o assentamento de Barnhouse fica próximo a tantos outros locais claramente identificados como de natureza cerimonial, pensa-se que as estruturas maiores seriam residências de uma classe sacerdotal que oficiava ritos realizados no dólman de Maeshowe, no círculo de Pedras de Stenness, no assentamento de Ness de Brodgar e no círculo de Brodgar. No entanto, é igualmente plausível que as duas estruturas tivessem sido locais onde se realizavam cerimónias.

Estrutura Dois e Estrutura Oito

A Estrutura Dois está em conformidade com o desenho de uma estrutura empilhada com câmara, sem vestígios de ritos. A Estrutura Oito tem uma 'cómoda', tida como sendo um altar, bem como, ao pé da lareira, foi encontrado o que parece ter sido uma oferenda: um pote de cerámica de ranhura contendo quatorze láminas de sílex, uma rocha rara nas Ilhas Órcades, e por tal valioso e tido como um excelente sacrifício. Desconhecendo-se o que o sílex siginifica para esta civilização não se pode afirmar qual seria a sua verdadeira função: se uma oferenda ou algo de valor guardado na lareira.

Remover publicidades
Advertisement

É possível que a Estrutura Dois tenha sido a habitação de uma pessoa ou pessoas importantes, pois a construção tem indícios de ter sido usada durante todo o tempo em que o assentamento esteve habitado. Contudo, certas características sugerem um uso de rito como uma cista de pedra cheia de ossos humanos, coberta por um triângulo de pedra, posicionada de forma a que qualquer pessoa que entrasse no edifício tivesse que atravessá-la. Além disso, as câmaras da Estrutura Dois não estão em conformidade com os outros locais (como no assentamento de Skara Brae) onde se identificaram os quartos de dormir. Mesmo em frente à Estrutura Dois, encontra-se a Estrutura Oito cujo propósito e uso é igualmente misterioso.

Structure 8, Barnhouse Settlement
Estrutura 8, Assentamento de Barnhouse
Otter (CC BY-SA)

A Estrutura Oito é a maior construção do assentamento de Barnhouse e foi construída numa plataforma de barro, tal como o dólmen de Maeshowe. A construção era originalmente coberta (como todas as estruturas) com uma lareira central e uma 'cómoda' flanqueada por duas grandes pedras. A disposição do interior, especialmente a longa passagem entre a entrada, a lareira e a cómoda, sugere um uso ritual definido. Advoga-se que este edifício representa uma mudança na compreensão religiosa, pois o paradigma dos serviços mudou da cerimónias ao ar livre, que incluíam toda a comunidade, para ritos de clausura, destinados apenas para os iniciados. Esta teoria parece basear-se parcialmente na datação das Pedras de Stenness, onde os ritos ao ar livre eram conhecidos por terem ocorrido, antes da data aceite de 3000 a.C.. Portanto, foi argumentado, especialmente à luz das recentes escavações no assentamento de Ness de Brodgar, que a Estrutura Oito era outro dos locais cerimoniais que fazia parte do que agora é visto como um complexo que se estende de Barnhouse até ao círculo de Brodgar, não sendo conclusivo a mudança na compreensão religiosa. A evidência de oferendas na lareira na Estrutura Oito e a cista cheia de ossos na Estrutura Dois são a base de apoio à teoria de que esses edifícios foram usados para comungar, lembrar ou honrar os mortos e isso parece ir de acordo com os achados arqueológicos no assentamento de Ness de Brodgar.

Remover publicidades
Advertisement

House 3, Barnhouse Settlement
Construção 3, Assentamento de Barnhouse
Otter (CC BY-SA)

Abandonamento do Assentamento de Barnhouse

O Assentamento de Barnhouse (incluindo a Estrutura Dois) e o Círculo de Pedras de Stenness foram habitados no mesmo período de tempo, mas, deve-se notar, a Estrutura Oito foi construída posteriormente (c. 2600 a.C.) e , na verdade, depois que o assentamento ter sido abandonado e propositadamente destruído. Evidências sugerem que todos os edifícios foram demolidos simultaneamente por volta de 2600 a.C., ao mesmo tempo em que a Estrutura Oito foi erguida e isso reforçou ainda mais a teoria de uma mudança dramática na compreensão e prática religiosa desta época. Apesar de não haver provas em concreto, deve-se ter em mente que a existência de uma placa à entrada no dólman de Maeshowe foi interpretada como evidência de que podem ter sido realizados ritos fechados. Vejamos: o assentamento de Skara Brae foi considerado único até à descoberta de Barnhouse, e a Estrutura Oito tinha o maior telhado da Era Neolítica até à recente descoberta da Estrutura Dez no assentamento de Ness de Brodgar. As escavações arqueológicas neste assentamento já mudaram a forma como os locais mais próximos são compreendidos e os arqueólogos consideram que o trabalho arqueológico contínuo revelará muitas outras descobertas importantes que esclarecerão ainda mais o que agora permanece envolto em mistério.

Remover publicidades
Publicidade

Bibliografia

Sobre o tradutor

Filipa Oliveira
Tradutora e autora, o gosto pelas letras é infindável – da sua concepção ao jogo de palavras, da sonoridade às inumeráveis possibilidades de expressão.

Sobre o autor

Joshua J. Mark
Escritor freelance e ex-professor de filosofia em tempo parcial no Marist College, em Nova York, Joshua J. Mark viveu na Grécia e na Alemanha e viajou pelo Egito. Ele ensinou história, redação, literatura e filosofia em nível universitário.

Citar este trabalho

Estilo APA

Mark, J. J. (2012, Outubro 25). O Assentamento de Barnhouse [Barnhouse Settlement]. (F. Oliveira, Tradutor). World History Encyclopedia. Obtido de https://www.worldhistory.org/trans/pt/1-11492/o-assentamento-de-barnhouse/

Estilo Chicago

Mark, Joshua J.. "O Assentamento de Barnhouse." Traduzido por Filipa Oliveira. World History Encyclopedia. Última modificação Outubro 25, 2012. https://www.worldhistory.org/trans/pt/1-11492/o-assentamento-de-barnhouse/.

Estilo MLA

Mark, Joshua J.. "O Assentamento de Barnhouse." Traduzido por Filipa Oliveira. World History Encyclopedia. World History Encyclopedia, 25 Out 2012. Web. 20 Fev 2024.