Texcoco

Definição

Mark Cartwright
por , traduzido por Ricardo Albuquerque
publicado em 15 Novembro 2013
X
translations icon
Disponível noutras línguas: Inglês, espanhol
Lake Texcoco (by Wikipedia User: Madman2001, CC BY-SA)
Lago Texcoco
Wikipedia User: Madman2001 (CC BY-SA)

Texcoco (também chamada Tezcoco ou Tetzcoco), situada próximo às margens orientais do Lago Texcoco, no Vale do México, era a capital do povo Acolhua. Tornou-se poderosa no período asteca como integrante da Tríplice Aliança, junto com Tenochtitlán e Tlacopan. A cidade produziu um dos mais famosos governantes da Mesoamérica, Netzahualcoyotl, que a liderou na época em que se tornou um destacado centro cultural e de aprendizado.

História Inicial

A região provavelmente já era habitada quando, em algum período no século XIII, assentamentos maiores se espalharam pelas margens orientais do Lago Texcoco. Na tradição semilendária local, várias tribos migrantes – os chichimecas, tepanecas, mexica e acolhua – chegaram ao Vale do México nesta época e o último grupo, liderado pelo chefe Xolotl, dirigiu-se para a região noroeste do lago, estabelecendo-se em Tenayuca. O filho de Xolotl, Nopaltzin, recebeu o crédito por montar uma expedição de reconhecimento e descobrir a área em torno do Monte Tlaloc como um possível local para a fundação de uma nova cidade. Inicialmente, as cavernas rochosas nas colinas circundantes foram ocupadas e então, com o tempo, novos assentamentos se transformariam nas cidades de Oxtoticpac, Tzinaccanoztoc, Coatlinchan e Huexotla.

Remover publicidades
Advertisement

A tradição afirma que o filho de Nopaltzin, Tlohtzin, tornou-se o governante da região oriental e fundou um novo assentamento na Colina de Tetzcotzingo mas, uma geração depois, seu filho Quinatzin mudou-se para a capital acolhua de Texcoco, mais próxima do lago e, portanto, melhor localizada para o comércio. Nesta época o poder econômico concentrou-se nas mãos de uma pequena elite, que também estabeleceu laços culturais e comerciais com os vizinhos chichimecas. Uma característica desta elite dominante foi a criação de áreas especiais de caça em torno do Monte Tlaloc, que eram supridas com animais pelas comunidades locais à guisa de tributo. O cultivo também se tornou mais sofisticado graças à construção de canais para irrigação, terraceamento e os campos inundados ou chinampa, que se tornaram uma característica da agricultura mesoamericana. Estes desenvolvimentos são tradicionalmente atribuídos a Tlohtzin, cujo pai, Nopaltzin, tinha se casado com uma mulher de Chalco (no sul). Ao ser criado entre estes fazendeiros sofisticados, o futuro rei foi capaz de transmitir estes conhecimentos para seu povo. Graças ao excedente agrícola, o comércio e a prosperidade chegaram para o estado acolhua e sua capital Texcoco.

A Ascensão de Netzahualcoyotl

Durante o reinado de Netzahualcoyotl, Texcoco tornou-se um polo importante de educação e cultura.

Os mexica e seus aliados, o tepanecas, baseados em Atzcapotzalco (que, de fato, eram a força regional dominante) também prosperavam e, buscando expandir seus territórios, lançaram olhares cobiçosos para Texcoco. A premissa para a invasão mexica às terras dos acolhuacanos foi a declaração do líder de Texcoco, Ixtlilxochitl (descendente de Xolotl e Nopaltzin) que, após o casamento com uma princesa de Tenochtitlán, afirmou ser o novo governante dos chichimecas. Em 1418, com a conquista de Texcoco, Ixtlilxochitl foi morto, mas seu filho Netzahualcoyotl (também chamado de Nezaualcoyotl ou Nezahualcoatl) sobreviveu. Apos fugir para Huexotzingo, no Vale de Puebla, ele retornaria em 1422 para Tenochtitlán para exercitar suas habilidades como guerreiro e, com o tempo, retornou à sua terra natal. Porém, percebendo seu potencial como uma ameaça ao status quo, uma delegação foi enviada de Atzcapotzalco para assassinar o jovem líder. A trama foi descoberta, mas Netzahualcoyotl mais uma vez teve de buscar refúgio em Huexotzingo. A sorte de Netzahualcoyotl mudou para melhor após a morte de Chimalpopoca de Tenochtitlán e a ascensão de Itzcoatl (tio de Netzahualcoyotl) como líder dos mexica. Com a oferta de aliança entre Tenochtitlán e Texcoco, Netzahualcoyotl encaminhava-se para a grandeza. Ele retornou a Texcoco e começou uma guerra contra Atzcapotzalco e os tepanecas. Atzcapotzalco caiu e o rei dos tepanecas, Maxtla, trazido diante do novo rei, foi sacrificado pelo próprio Netzahualcoyotl que, numa grande cerimônia, arrancou seu coração perante os guerreiros vitoriosos e nobres.

Remover publicidades
Advertisement

A Tríplice Aliança e Expansão

Texcoco agora fazia parte da Tríplice Aliança junto com Tenochtitlán e Tlacopan. Texcoco, a segunda potência do trio, passou a controlar a bacia oriental do Vale, enquanto Tlacopan ficava com a área ocidental e Tenochtitlán comandava o norte e o sul. Os tributos recebidos pelos estados conquistados eram divididos numa proporção de 2:2:1, entre Tenochtitlán, Texcoco e Tlacopan, respectivamente, e incluía enormes quantidades de tecidos, alimentos, plumas e borracha. As fundações do império asteca, o último entre os maiores da Mesoamérica, estavam lançadas.

Netzahualcoyotl tornou-se oficialmente tlatoani ou líder de Texcoco em 1431 e agora governava uma cidade com uma população de aproximadamente 45.000 habitantes, além de controlar um grande número de povoados menores espalhados ao longo da margem oriental do lago. Ele ficou conhecido como uma espécie de estudante de filosofia, literatura e astronomia, além de poeta celebrado.

Remover publicidades
Advertisement

Sob o reino de Netzahualcoyotl, Texcoco tornou-se um polo destacado de educação e cultura e, de fato, dos quatro grandes conselhos de governo, um dedicava-se especificamente à promoção da ciência e artes. A cidade de Texcoco, então, gravitava em torno do grande palácio do rei, que cobria mais de uma milha (1,6 km) quadrada. Além das usuais pirâmides, jardins, fontes, animais exóticos e apartamentos suntuosos, havia também alojamentos para historiadores e poetas e até mesmo uma biblioteca. O rei também construiu um grande templo para Tloque Nahuaque, "o deus desconhecido, criador de todas as coisas", com nove andares, simbolizando os nove paraísos. O décimo andar, no topo, estava pintado de preto e adornado com estrelas, com seu interior suntuosamente decorado com ouro, pedras preciosas e plumas exóticas.

Aztec Empire
Mapa do Império Asteca
wikipedia user: El Comandante (CC BY-SA)

Texcoco expandiu e consolidou o controle dos acolhua na região, desenvolveu ainda mais a irrigação dos terraços nas colinas, construiu uma série de impressionantes aquedutos e criou magníficos jardins, especialmente em Tetzcotzinco. Netzahualcoyotl capturou Tollantzinco como parte de um permanente programa de expansão imperial, que resultava em tributos tais como alimentos e madeira das cidades conquistadas. A Tríplice Aliança também se tornou mais ambiciosa e atacou estados como Tlaxcala e Huexotzingo.

No entanto, Netzahualcoyotl costumava dar aos governantes derrotados um papel no novo império para evitar dissenções futuras e, portanto, muitos se tornaram líderes distritais semiautônomos. Também recebeu o crédito pela criação de um código legal, no qual 80 leis definiam o comportamento aceitável e detalhavam punições para várias ofensas, até mesmo as feitas por juízes corruptos. Os crimes abrangidos pelas leis variavam desde o furto até a embriaguez e as punições iam desde a cabeça raspada até a morte por estrangulamento. Porém, a rigidez do sistema era mitigada com a flexibilidade da abordagem tradicional de avaliação caso a caso, além de uma corte de apelação composta de doze juízes.

Remover publicidades
Advertisement

Deificado após a morte, Netzahualcoyotl teve seu corpo conservado como uma relíquia no sítio sagrado de Tetzcotzingo. A Tríplice Aliança continuou, no entanto, mesmo quando seus fundadores passaram o comando para outros, tais como Motecuhzoma II, em Tenochtitlán, e o filho de Netzahualcoyotl, Netzalhualpilli, em Texcoco. Numa demonstração dos estreitos laços entre os dois aliados, Netzahualpilli participou da cerimônia de coroação do grande rei asteca Motecuhzoma II, em 1503. De fato, tanto Netzahualpilli quando Totoquilhuaztli, líder de Tlacopan, colocaram a coroa de ouro e esmeraldas na cabeça de Motecuhzoma. Um após o outro, o novo rei concedeu o privilégio de ofício aos seus líderes aliados e, assim, indicou que ele e a cidade de Tenochtitlán que lideravam a Tríplice Aliança.

A Conquista Espanhola

Porém, a aliança começou a mostrar sinais de desgaste, especialmente devido ao descontentamento com a alegada arrogância de Motecuhzoma e sua política de diminuir o papel e poder de seus aliados. As relações nunca mais foram as mesmas desde que Netzahualpilli ordenou a morte de uma de suas esposas, que nada mais era do que a filha do rei asteca Axayacatl. Mais significativo ainda, os texcocanos mostravam-se insatisfeitos com o domínio de Tenochtitlán na aliança, o que os levaria a se alinhar com os invasores espanhóis e à eleição de um novo líder, Ixtlilxochitl, com o aval do próprio Cortés. Em 1521, Texcoco forneceu navios e homens para ajudar o sítio de Tenochtitlán pelos espanhóis, o que levaria à queda de todo o império asteca.

Poucos vestígios físicos sobreviveram de Texcoco, agora enterrada sob a cidade moderna do mesmo nome. Alguns reservatórios de pedra, o aqueduto, degraus e terraços sobrevivem dos sistemas de irrigação dos magníficos jardins de Tetzcotzinco, além de umas poucas ilustrações dos vários códices e alguns poemas de Netzahualcoyotl. Este pequeno legado de uma grande cidade e a impermanência geral da vida é, de fato, um tema muito repetido na cultura asteca em geral e elegantemente descrito no poema a seguir, atribuído ao grande líder de Texcoco:

Remover publicidades
Advertisement

Eu, Netzahualcoyotl, indago:

É verdade que se vive realmente na terra?

Não para sempre na terra,

somente um pouco por aqui.

Apesar de ser jade, ele se quebra,

Apesar de ser ouro, ele se desgasta,

Apesar de ser pluma de quetzal, ela se rasga em pedaços.

Não para sempre na terra,

somente um pouco por aqui.

(Miller, 238)

Remover publicidades
Publicidade

Bibliografia

A World History Encyclopedia é um associado da Amazon e recebe uma comissão sobre as compras de livros elegíveis.

Sobre o tradutor

Ricardo Albuquerque
Jornalista brasileiro que vive no Rio de Janeiro e tem especial interesse pela República Romana e pelos povos da Mesoamérica, entre outros temas históricos.

Sobre o autor

Mark Cartwright
Mark é autor, pesquisador, historiador e editor em tempo integral. Seus principais interesses incluem arte, arquitetura e descobrir as ideias que todas as civilizações compartilham. Ele possui mestrado em Filosofia Política e é diretor editorial da WHE.

Citar este trabalho

Estilo APA

Cartwright, M. (2013, Novembro 15). Texcoco [Texcoco]. (R. Albuquerque, Tradutor). World History Encyclopedia. Obtido de https://www.worldhistory.org/trans/pt/1-12340/texcoco/

Estilo Chicago

Cartwright, Mark. "Texcoco." Traduzido por Ricardo Albuquerque. World History Encyclopedia. Última modificação Novembro 15, 2013. https://www.worldhistory.org/trans/pt/1-12340/texcoco/.

Estilo MLA

Cartwright, Mark. "Texcoco." Traduzido por Ricardo Albuquerque. World History Encyclopedia. World History Encyclopedia, 15 Nov 2013. Web. 17 Abr 2024.